Histórico

 

  Até meados da década de 1960, a UFBA, como as principais universidades no Brasil, ofereceu titulação em nível de doutor através de processos pouco estruturados, em que o candidato, tipicamente já um docente da instituição, desenvolveu sua tese ou sozinho ou com a ajuda de um orientador/colega e defendeu a mesma frente a uma banca montada no âmbito de sua unidade de ensino.  Com a formalização da pós-graduação no país, conforme conceituado pelo Conselho Federal de Educação (CFE), através do Parecer nº 977/1965, a UFBA começou a criar seus programas stricto sensu, iniciando com cursos de mestrado e, posteriormente, cursos de doutorado.  Um elemento crítico nesse sentido foi a sanção da Lei 5.539/68, que modificou o Estatuto do Magistério e impôs a titulação de pós-graduação stricto sensu como condição para a progressão na carreira docente das universidades federais. Em reação a essa Lei, a expansão do sistema de pós-graduação foi acelerada à medida que as universidades se voltavam para a criação dos cursos de pós-graduação, visando atender as demandas de legitimação por parte de seus corpos docentes e de outros professores.

  Na UFBA, o primeiro programa de pós-graduação instituído foi o Programa de Mestrado em Química, instalado em 1968. Programas de Mestrado foram subsequentemente estabelecidos nas áreas de Geofísica (1969), Matemática (1969), Educação (1972), Medicina (1973), Economia (1973) e Patologia Humana (1973). Em 1972, a UFBA ofereceu seu primeiro curso de Doutorado, curso este criado no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Geofísica.  Até o final dos anos 1980, no entanto, a expansão da pós-graduação da UFBA se concentrou no nível de Mestrado, pois o segundo doutorado da instituição não foi criado até 1988 (Patologia Humana), época em que já existiram 15 mestrados em funcionamento.  A partir então o crescimento do sistema da UFBA, tanto de nível mestrado quanto o de doutorado, se acelerou de forma marcante, de tal forma que, no final do ano de 2010, existiram na UFBA um total de 71 programas (segundo os números oficiais da CAPES), sendo 41 cursos de doutorado, 58 cursos de mestrado acadêmico e 7 cursos de mestrado profissional.   Em 1998, a instituição estabeleceu seu primeiro curso profissional (Administração) e em 2005 seus primeiros cursos de cunho interdisciplinar (Cultura e Sociedade / Estudos Étnicos e Africanos). Em 2004, pela primeira vez, um de seus cursos alcançou o nível 6 (Saúde Coletiva) e, em 2010, este mesmo curso chegou ao nível 7.

  Diante dessa dinâmica, a UFBA criou, em 1970, a Coordenação de Pesquisa e Pós-Graduação, tendo como seu primeiro Coordenador o químico renomado Celso Spínola Silva.  Seguindo tendências nacionais, em 1976 a referida Coordenação se transformou na Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), com o médico Armênio Guimarães sendo o primeiro Pró-Reitor.  Em 2010, a PRPPG foi dividida em duas pró-reitorias, a de Ensino de Pós-Graduação e a de Pesquisa, Criação e Inovação. Até este ano, a PRPPG se responsabilizou por diversos cursos de pós-graduação lato sensu. A partir de então, estes cursos passam a ficar a cargo da Pró-Reitoria de Extensão.

Até a presente data houve Três Coordenadores de Pesquisa e Pós-Graduação e 11 Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Gradação.

 

  • Coordenadores e Pró-Reitores:

Antônio Celso Spínola Costa - Coordenador Central de Pesquisa e Pós-Graduação - 1970-1974 

Arlete Cerqueira Lima - Coordenadora Central de Pesquisa e Pós-Graduação - 1974-1975 

Iracy Silva Picanço - Coordenadora Central de Pesquisa e Pós-Graduação - 1975-1978 

Armênio Costa Guimarães - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 1976-1979 

Heonir de Jesus Pereira da Rocha  - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação 1979-1984 

Erundino Pousada Presa - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 1984-1992 

Manoel Barral Netto - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 1992-1993 

Antônio Fernando Guerreiro M. de Freitas - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 1993-1995 

Robert Evan Verhine - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 1995-1998 

Jailson Bittencourt de Andrade - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 1998-2002 

José Sergio Gabrielli de Azevedo - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 2002-2003 

Maria de Fátima Dias Costa - Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação - 2003-2006 

Herbet Conceição - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 2006-2008 

Antônio Alberto da Silva Lopes - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 2008-2010

Robert Evan Verhine - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - 2010 - 2014